Volte para o topo
Entre em contato
Av. Jamel Cecílio, Ed Metropolitan, 2690 - Jardim Goiás - Goiânia
Fale com a gente
contato@grifopropaganda.com.br
Tel: +55 (62) 3626-4337

Máquina de Vendas: Conheça o poder da automação de marketing

Pensar em marketing é se adentrar no universo mercadológico, em clientes, vendas e relacionamentos duradouros nas relações comerciais, lidando assim com as constantes mudanças dos seus públicos de interesse frente às vantagens e limitações do mercado. Em definições iniciais poderíamos entender o significado da própria palavra: “[…] em inglês, market significa ‘mercado’ e ing é a terminação do gerúndio, que indica ação, o que ressaltaria o sentido de ‘mercado em ação” (KOTLER; KARTAJAYA, 2017, p.33). Dessa maneira, podemos compreender que essa é uma atividade importante para executar as ações que chegarão até os consumidores finais, que no sentido mais amplo, não têm conhecimento da sua magnitude além dos anúncios explícitos que recebe diariamente e que poderá decodificar ou não.

Alguns autores trabalham na perspectiva de que o objetivo do marketing está voltado para os lucros, o fator venda como primazia, porém Kotler e Armstrong (2007) explicita que a função na verdade, é lidar diretamente com os clientes, ou seja, administrar relacionamentos lucrativos, mas mantendo e cultivando a partir dos métodos e ferramentas comunicacionais, a disposição dos profissionais e organizações. 

Mas e o Marketing Digital? Pode-se dizer, que é um dos tipos de marketing que se popularizou através das atualizações tecnológicas, pois com elas se tornaram muito mais fáceis o acesso aos diversos segmentos que temos hoje no mercado; são inúmeros perfis de consumidores, então a inovação se torna uma peça-chave para construir os relacionamentos que os profissionais tanto necessitam para com o seu público.

Por conseguinte, com a explosão do uso das redes sociais, estar em evidência é algo importante para se manter no topo dessas redes de relacionamento, Jenkins (2009) diz que se trata do meio da convergência de mídias, onde os consumidores podem ser atingidos por muitas marcas e embebedados por inúmeras histórias com o intuito de transformarem seu círculo de interação e cultura. 

Nesse universo, a visibilidade se torna preponderante, pois agora a comunicação emitida pelos seus interlocutores consegue uma disseminação em larga escala. Por mais que esteja em nichos específicos e se tratando de acesso a internet no Brasil, sabe-se que apenas 64,7% da população a partir dos 10 anos de idade têm acesso a essa tecnologia de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Por isso, automatizar os processos se torna essencial para ter tudo rodando perfeitamente.

Partindo desse pressuposto, compreendemos que as ferramentas digitais propiciaram uma integração mais homogênea entre aparatos comunicacionais e de marketing, o que originou um outro termo bastante empregado atualmente que é: Automação de Marketing. Esse processo tem como premissa básica o uso da tecnologia como fonte fundamental para otimizar o ritmo de trabalho das estratégias de marketing.

Lembrando que não se restringe apenas a agendamento de redes sociais como muitos pensam, a automação de marketing vai além dessa simples sistematização, se amealhando profundamente desde as etapas do planejamento até o plano de ação. De forma mais objetiva podemos defini-la como uma forma personalizada de agir escalonadamente. Isso porque, quando se pensa em automatizar processo, consequentemente força profissionais e equipes a refletirem sobre cada estágio da jornada de compra do seu lead (seu possível comprador). 

Sendo assim, se torna possível criar uma verdadeira máquina de vendas que irá propiciar uma série de benefícios para a organização, como o aumento das vendas e a diminuição do custo por aquisição de clientes, além de obter uma excelente taxa de retenção positiva dos clientes. Deste modo, verifica-se que o funil de vendas atingirá uma eficiência maior com leads mais nutridos e bem preparados e com tickets superiores.

Por fim, são inúmeras vantagens que uma empresa adquire ao criar a sua própria máquina de vendas, essas que vão desde o aumento da produtividade da equipe de vendas até uma expectativa de sucesso maior diante do produto ofertado. A Automação de Marketing melhora a entrega de relatórios da equipe de marketing e aprimora os resultados da marca atendida. 

Achou interessante esse universo? Fique de olho em nossos artigos semanalmente e conecte-se com nossa equipe de exploradores digitais para não perder nenhuma oportunidade.

 

Referências:

JENKINS, Henry. Cultura de convergência. 2. Ed. São Paulo: Aleph, 2009.

KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de marketing. Trad. Cristina Yamagami. 12. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

______________; KARTAJAYA, Hermawan; SETIAWAN, Iwan. Marketing 4.0. Trad. Ivo Korytowski. Rio de Janeiro: Sextante, 2017.